domingo, 6 de abril de 2008

Corão como pretexto

O vídeo Fitna the movie de Geert Wilders apresenta uma visão rasa sobre o Islã. O vídeo causou bastante barulho durante a semana e foi bloqueado em vários sites em todo o mundo. Porém, é um vídeo oportunista e que em nenhum momento mostra como a religião é utilizada por grupos específicos para criar a idéia de guerra entre religiões.



"O radicalismo islâmico, obra de intelectuais muçulmanos de formação européia, e que remonta à década de 30, está para o Islã tradicional como a “teologia da libertação” está para o cristianismo. Ele esvazia a tradição islâmica de seu conteúdo espiritual e o transmuta na fórmula ideológica da revolução mundial. (O presidente Bush, que nossos intelectuais semi-analfabetos fingem desprezar como um caipirão, compreendeu perfeitamente esse ponto e por isso recusou com veemência a proposta indecente de dar à guerra contra o terrorismo a conotação de uma cruzada antiislâmica.)"

Olavo de Carvalho O Globo, 22 de março de 2003 - Guerra e império